terça-feira, 24 de Maio de 2011

As principais formas de relevo



O relevo apresenta formas diferentes consoante a sua formação, constituição e degradação.



Montanhas-São formas de relevo com elevações, de vertentes declivosas e topo alongado que se elevam bastante acima das áreas vizinhas, normalmente com mais de 600 metros.

Planaltos- são formas de relevo relativamente planas, que resultam essencialmente da erosão de antigos relevos (montanhas). São delimitados por vertentes altas e abruptas, devido ao encaixe das redes hidrográficas. Nestas formas de relevo é possível encontrar alguma fixação de população como é caso do Tibete, na Ásia, e dos planaltos da África Oriental.


Planícies- São áreas normalmente de baixa altitude, resultantes ou da acumulação de sedimentos das regiões envolventes, transportados pelos agentes erosivos (quase sempre os rios), ou da erosão de outras formas de relevo.
As primeiras são constituídas por solos férteis que, associados à boa acessibilidade, fazem destes espaços os mais atractivos para as populações.
São exemplos as planícies dos rios Nilo, Tigre e Eufrates, na antiguidade, e mais recentemente as planícies dos rios Reno e Rhur, na Alemanha, ou as planícies do rio Mississípi-Missuri.

Vales- Os fundos dos vales são locais atractivos para as populações por terem muitas vezes solos férteis, serem áreas abrigadas e terem abundância de água.

Sem comentários:

Enviar um comentário